Quando e por quê usar emojis nas redes sociais (3)

Quando e por quê usar emojis nas redes sociais

A criação dos emojis mudou a forma de comunicação pela internet. As carinhas amarelas, de início, assumiram uma importância tão grande que, em inúmeras vezes, as palavras são substituídas por elas. Apesar de sua popularidade na comunicação diária, ainda existem inúmeras dúvidas sobre a utilização de emojis nas redes sociais. 

Criados no Japão, na década de 1990, eles ganharam o mundo apenas em 2010 e, desde então, se popularizaram na Internet. O emoji sorridente, por exemplo, foi eleito como “palavra” do ano, em 2015, pelo dicionário Oxford. 

Por unificar conversas online ao redor do mundo, alguns emojis passam por mudanças frequentes, a fim de se adequar aos comportamentos da sociedade. Já que representam emoções e sentimentos. 

Emojis no marketing de uma empresa

Imagem para ilustrar o texto sobre Quando e por quê usar emojis nas redes sociais

Usar emojis nas redes sociais causa uma interação humorada do cliente com a marca e cria-se, assim, um vínculo emocional. Por isso, fala-se tanto em conhecer a fundo o público-alvo, a fim de criar afinidade com os futuros clientes e trazer sentimentos para a escrita. 

A partir dos emojis nas redes sociais, por exemplo, sejam lá quais forem – ícones de expressão facial, objetos, lugares, animais ou tipo de clima – é possível determinar o tom, a intenção, a emoção ou, até mesmo, o contexto do que está sendo escrito. 

Quando um cliente acompanha a empresa pelas redes sociais, cria-se uma expectativa de interação. Ele espera certos conteúdos e posicionamento da instituição. Interagir com a audiência é parte fundamental da estratégia de comunicação das marcas. Para usar emojis nas redes sociais é importante respeitar os diferentes enfoques, públicos e assuntos abordados. 

Atualmente existem diversos recursos para se comunicar nas redes sociais e no meio online como um todo. Tudo isso a fim de atender o que as marcas mais procuram: se diferenciar de uma máquina na hora de fazer o contato com o público.  

Por fim, os emojis chegam para humanizar a conversa e tornar o texto mais leve e bem-humorado. Porém, não são apenas eles que fazem a diferença na comunicação. A forma como são utilizados também influencia nessa troca. 

Emojis não são só carinhas felizes

Imagem para ilustrar o texto sobre Quando e por quê usar emojis nas redes sociais

Um dos maiores receios do uso de emojis nas redes sociais está na quebra da formalidade ou medo de tirar a credibilidade do conteúdo postado. É evidente que nem todos os perfis poderão utilizar carinhas felizes quando bem entenderem. Como em qualquer posicionamento e estratégia, será necessário compreender a ocasião, persona e abordagem desejada com cada postagem ou até mesmo mensagem enviada. 

Entretanto, quando falamos em uso de emojis nas redes sociais, não estamos apenas mencionando as carinhas amarelas tradicionais das conversas de WhatsApp. Sabe aqueles ícones de seta, alerta ou check? Eles também são emojis e são super úteis para dar quebra ao texto e fluidez na leitura. 

Para compreender melhor isso, basta correlacionar os emojis aos marcadores de um programa de criação de texto. Quando você está escrevendo um documento, qual a função que os marcadores assumem? Fazer uma lista, enfatizar trechos importantes, destacar uma parte específica.

É exatamente essa a função que um emoji de seta assume nas redes sociais ou mensagens. Eles podem vir antes de um parágrafo que você queira dar mais ênfase; fazer uma lista de dicas ou ações para seu público; alertar sobre algo importante naquela legenda ou até mesmo fazer um Call To Action (CTA) para compra, mensagem ou acesso ao site. 

Empresas que usam emojis

Itaú – O banco manda muito bem na comunicação em redes sociais e usa os emojis de maneira correta, sempre reforçando algo que foi falado e humanizando o contato. 

Disney – A marca usa os emojis nas redes sociais de maneira delicada, simples e como forma de ilustração. 

Safety: Para dar fluidez ao texto, a empresa internacional de Segurança do Trabalho e Medicina Preventiva usa emojis mais diretos e significativos. 

Mlabs: O Mlabs usa os emojis de diferentes formas, nos e-mails, para ilustrar algo, nas redes sociais e até no SAC, quando a linguagem permite. 

McDonald ‘s: O McDonald’s usa, atualmente, uma estratégia com memes. Essa pegada bem-humorada conquista o público mais jovem e deixa a comunicação mais leve e engraçada. 

O momento certo de usar as carinhas

Imagem para ilustrar o texto sobre Quando e por quê usar emojis nas redes sociais (3)

Bem, você entendeu que emoji nas redes sociais não se refere somente às carinhas amarelas, certo? Mas também é importante falarmos sobre elas. Existem sim alguns cuidados que você deve tomar antes de sair por aí colocar sorrisos ou até mesmo carinhas com choro ou raiva.

O momento certo de usar emojis de carinhas precisa garantir que esse artifício de linguagem valorize a mensagem. Se usados de forma errada, podem passar uma mensagem distorcida e gerar um problema sério de comunicação para a empresa. 

Quando não usar

  • Assuntos sérios 
  • Atendimento com cliente insatisfeito 
  • Exagero de emojis 
  • Referências inadequadas ao seu público 

Quando usar: 

  • Assuntos leves ou divertidos;
  • Atendimento do cliente satisfeito ou que não seja uma crítica tão insatisfeita (aqui vale o bom senso);
  • Resposta a comentários com elogios; 
  • Informes internos que seja algo leve ou até mesmo um anúncio de promoção de algum colaborador;
  • E por aí vai….

Os emojis no marketing precisam ser usados com moderação e com relação direta ao assunto, caso contrário, pode acabar gerando problemas. Agora que você já sabe como usar de forma correta os emojis nas redes sociais ou fora delas, fique de olho aqui no blog para mais dicas de marketing. 

E, por favor, não vai dizer por aí que os emojis tão totalmente liberados, ok? Nada de sobrecarregar o feed com carinhas! 

Até logo!

Diane Bikel
Estagiária de Conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn